Arquivo da categoria: Cobertura de Eventos

Reflexões sobre a JMJ Rio 2013

Por Luana Clara

Neste quinto dia de encontro da II Semana da Juventude, cerca de 100 pessoas se reuniram na Paróquia Sagrada Família para ouvir Adam Lopes, integrante do setor de voluntários na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), contar a história e curiosidades sobre o evento.

O palestrante destacou a importância do lema da JMJ, “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”, Mateus 28, 19. “Que o movimento de mobilização da Jornada nas pastorais e paróquias continue e possamos apresentar Jesus a quem não conhece. Porque nós, como discípulos, temos a missão e o dever de fazer discípulos em todos os lugares”, exortou.

Adam também atentou que a missão evangelização às vezes começa dentro de casa e compartilhou o testemunho de conversão de sua mãe que após seus insistentes convites, passou a acompanhá-lo nas Missas,  depois voltou a se confessar e, desde então, comunga há 11 anos. “O Papa João Paulo II disse: ‘Se os jovens soubessem a força que tem, incendiariam o mundo’”, declarou o palestrante, motivando o coração dos presentes.

No encerramento do bate-papo, Lopes explicou para a plateia que o objetivo da edição carioca não é quebrar o recorde da Filipinas, de 4 milhões de pessoas, e sim ser a mais santa. “Espero que cada jovem possa acolher o chamado de Deus e fazer discipulos onde for e como for, segundo a vontade de Deus”, afirmou.

A segunda parte do encontro ficou a cargo de Jefferson Evaristo que, além de dividir sua experiência e relação com a JMJ Rio 2013, comandou a dinâmica “Como eu posso começar a viver o lema da JMJ?”. Dividos em grupos mistos, jovens e adultos refletiram e compartilharam sobre os bônus e ônus do evento para a cidade.

Programação de Sábado: Amanhã será um dia especial. Começaremos a noite mais cedo, as 18h30, com adoração e palestra sobre as diferentes vocações. Após, a galera vai para a Praça da Cohab onde será realizado um Lual, com muito louvor e encenação teatral.

A Paróquia Sagrada Família fica na Rua Paula Ney, 501, Realengo. Mais informações: 3333-3224.

Ficai atentos, porque o futuro da humanidade passa pela família

Esta foi a principal mensagem da noite do dia 23/01. Janaina e Fábio foram os palestrantes da noite, junto com seus três filhos
Por Jefferson Evaristo
Da esquerda para direita: a filha mais velha, Maria Eduarda, a mãe Janaina, o caçula Gabriel, o pai Fabio e do meio, Ana Beatriz

Da esquerda para direita: a filha mais velha, Maria Eduarda, a mãe Janaina, o caçula Gabriel, o pai Fabio e do meio, Ana Beatriz

Logo no início, Janaína começou dizendo que sempre foi muito engajada na Igreja e que conheceu seu marido na época do grupo jovem. Amor nascido diante de Deus, que hoje tem como frutos a Maria Eduarda, de 13 anos, participante do grupo jovem, a Ana Beatriz, 10 anos, que acabou de fazer a primeira comunhão e entrou no grupo de coroinhas; e o Gabriel, de 8 anos, que está acabando a catequese e vai poder “se comungar”, segundo suas inocentes palavras de criança.
Em sua partilha, Janaína foi categórica: de nada adianta ser da Igreja, rezar, participar de uma pastoral se dentro de nossas casas nós não amarmos nossa família. Isso não é ser cristão de verdade, mas fingir uma santidade que não existe. Por isso, os maridos devem amar suas esposas, entendê-las, respeitá-las. As mulheres devem ser as santificadoras de seus lares, as incentivadoras de seus maridos, as suas parceiras. E os filhos devem ser obedientes em tudo aos seus pais. E que uma das palavras mais importantes pra família é a de Colossenses 3,13: “Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente”. Suportai-vos é ser suporte, é ajudar a seguir em frente.
Em seguida, citou um estudo do IBGE, que afirma que atualmente há muitas formas de “família”, com avós e netos, mãe e filhos, pai e filhos, filhos de casamentos diferentes vivendo juntos e etc. Mas que nenhuma destas formas de família substitui a verdadeira instituição familiar com pai e mãe casados. Neste ponto, a mídia é a maior destruidora do conceito de família, porque constantemente nos é passada uma imagem de normalidade nestas situações, como se a família fosse uma instituição falida. A verdade, segundo Janaina, é que a família é a base da construção de um mundo novo. É em família que aprendemos a viver em sociedade, a respeitar e amar as pessoas.
Segundo a palestrante, o amor à família não é condicionado a nada. Cristo quando institui o mandamento de honrar aos pais não coloca nenhuma condição para que isso aconteça. É amor universal. E para os jovens, a construção de uma família santificada começa em um namoro santificado. Todo namoro precisa ser vivido a três, entre o namorado, a namorada e Deus.
Por fim, ficaram dois convites, um para sermos uma família para os peregrinos da Jornada Mundial da Juventude, para amá-los e recebê-los, e outro para amarmos nossas famílias, sem colocar condições para viver este amor.

É dada a largada para os encontros da juventude

Por Luana Clara

Não haveria dia melhor que hoje, quando comemoramos os festejos do padroeiro de nossa cidade, São Sebastião, jovem morto por não renegar a Cristo, para a abertura da II Semana da Juventude na Paróquia Sagrada Família, em Realengo. E para marcar os inícios das atividades, a juventude da comunidade encenou uma peça convite para os paroquianos.

Da esquerda para a direita: Diego Jeronimo, Victor Emanuel, Ohana Coutinho e Fabiola Bras

Da esquerda para a direita: Diego Jeronimo, Victor Emanuel, Ohana Coutinho e Fabiola Braz

O texto, de autoria de Carlos Maia, retratou os caminhos rumo a felicidade oferecido a Renato (Diego Jeronimo), representados pelas Drogas (Victor Emanuel) e Luxúria (Ohana Coutinho),  que levam à morte espiritual e física. E para tirá-lo do caos um convite para a semana de debates, feito por Fabiola Braz e estendido a toda comunidade.

“A peça apresenta a realidade que vemos diariamente. E tem como objetivo chamar a atenção para os problemas que acontecem com os jovens e despertar em todos a nossa missão missionária”, conceitua Maia, que faz parte da Pascom e Liturgia.

Programação – A semana de encontros irá até o dia  27 de janeiro, sempre às 19h, na Paróquia Sagrada Família (Rua Paula Nei, 501), em Realengo. O evento, que tem como lema “ Eis-me aqui, envia-me” (Is 6, 8), será uma preparação dos jovens para o apostolado neste ano missionário da Jornada Mundial da Juventude em nossa cidade. Mais informações: 3333-3224.

II Semana da Juventude 2013

II Semana da Juventude

II Semana da Juventude

Domingo, 20 de janeiro de 2013

Louvor, adoração, pregações, dinâmicas, um convite a cumprir nosso chamado a ser luz do mundo. Assim será a Semana da Juventude que irá de 20 a 27 de Janeiro. Esperamos por você! Compartilhe, traga seus amigos!

Programação

• 20/01/2013 (Domingo) – Abertura: Peça teatral em todas as Missas, fazendo o convite para participação da semana.

• 21/01/2013 (Segunda) – Palestra “Cristo que chama e a Juventude que responde”

• 22/01/2013 (Terça) – Palestra “A influência das tribos na formação dos Jovens”,

• 23/01/2013 (Quarta) – Palestra “O futuro da humanidade passa pela Família”,

• 24/01/2013 (Quinta) – Palestra “O jovem e a maturidade afetiva”,
• 25/01/2013 (Sexta) – Palestra “Ide e fazei discípulos em todas as nações”,

• 26/01/2013 (Sábado) – Palestra “Eis-me aqui, envia-me”. Será uma mesa redonda com testemunhos vocacionais.

Conto com a presença de todos. Grande abraço.

Festa da Primavera na Paróquia Sagrada Família.

 

No último final de semana, festejamos na paróquia Sagrada Família, a Festa da Primavera. Foram dois dias de festa onde a comunidade pode se reunir para ouvir boa música, reencontrar amigos e bater um bom papo.  Dois dias de muita diversão para as crianças, estas que como sempre, aproveitaram bastante.

 

A comunidade compareceu e deu o brilho que a festa precisava para se realizar. Importante também destacar o esforço e empenho das pastorais: a união de todos no sentido de fazer a festa acontecer. Cada um do jeito que pode, contribuiu de alguma forma, e essa união, esse empenho, resultou em um belo final de semana em família.

 

A Festa da Primavera contou com uma variedade de barracas, onde a comunidade aproveitou as delícias: hambúrguer, churrasco, tortas diversas, cachorro quente, salgadinhos, pastel, enfim, comida para todos os gostos. As crianças aproveitaram os brindes da barraca da Pescaria.

 

Ao longo dos dois dias de festa, a comunidade pode assistir o desfile das candidatas a Rainha da Primavera, assim como também prestigiou um número de dança apresentado pelas crianças da catequese, sob a orientação das Catequistas. Ao fim do segundo dia de festa, chegou o grande momento da comunidade conhecer a Rainha da Primavera 2012, Marcelle Mirandelle,  que assim como as demais desfilou lindamente, mas que através de um sorteio, para que não existir nenhuma possibilidade de se cometer uma injustiça, acabou vencendo a coroa da Festa .

 

Importante salientar a presença, ao longo de todo o final de semana, do pároco da Sagrada Família, Jairo Dias, que participou o tempo todo junto com a comunidade. Foi, sem dúvidas, um final de semana memorável, onde todos puderam se divertir, aproveitar uma boa comida, rever amigos, celebrar a união e a alegria de estar juntos, afinal, comunidade unida é sinal de que o Senhor está conosco e de que cada vez mais estamos no caminho certo.

 

Agradecemos a Comunidade Sagrada Família por ter participado e possibilitado a realização de uma festa tão bonita. Que continuemos sempre unidos em nome do Senhor que é Pai, Filho e Espírito Santo.

 

AMÉM.

 

Carlos Eduardo Aleixo – PASCOM PSF

 

Romaria da Arquidiocese reúne mais de 50 mil peregrinos

Raphael Freire

Neste sábado, 25 de agosto, a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro mais uma vez se reuniu, no Santuário Nacional de Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, em São Paulo, para celebrar com o povo de Deus as maravilhas que Ele operou na Mãe do Salvador. Unindo-se as demais romarias também presentes no Santuário, os mais de 50 mil peregrinos trouxeram no coração a gratidão pelo Rio de Janeiro ter sido escolhido para sediar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio2013) no próximo ano. Bispos, presbíteros, diáconos, seminaristas, religiosos e leigos depositaram aos pés da Virgem Maria o compromisso de trabalhar intensamente pela Jornada e a prece humilde, pela qual implora a graça de bem cumprir tamanha missão.

A Celebração Eucarística foi presidida pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, e concelebrada pelos Bispos Auxiliares e sacerdotes de toda a Arquidiocese. O Reitor do Santuário de Aparecida, Padre Darci José Nicioli, acolheu todos os presentes reafirmando que o Rio de Janeiro realiza a maior peregrinação do Brasil rumo ao Santuário e anunciou que em breve será inaugurado um canal local da TV Aparecida na capital fluminense.

Dom Orani recordou que a primeira romaria aconteceu em 1900, motivada pelo Cardeal Joaquim Arcoverde, em preparação ao jubileu áureo da proclamação do Dogma da Imaculada Conceição, que aconteceria dois anos depois. Mas foi a partir de 1931 que a peregrinação ganhou maior impulso, após a visita da imagem de Nossa Senhora Aparecida ao Rio de Janeiro, quando foi proclamada Padroeira do Brasil.

— Bendigo a Deus por esse momento em que a Arquidiocese vem ao Santuário Nacional para, através de Maria, agradecer a Deus pelos passos dados buscando cada vez mais vivenciar a fé e para pedir pela Jornada Mundial da Juventude. O Cardeal Joaquim Arcoverde começou essa peregrinação e nós agradecemos por essa iniciativa tendo a graça de continuar apesar de todas as transformações ocorridas na sociedade, pois Maria caminha conosco. É um belo momento de Ação de Graças e deixo o nosso carinho a cada padre que trouxe sua comunidade paroquial para a peregrinação, pedindo a Deus que todos os sacrifícios sejam convertidos em corações evangelizados, afirmou.

Durante a homilia, o Arcebispo do Rio de Janeiro ressaltou que o Documento de Aparecida destaca que os Santuários são lugares onde os peregrinos fazem uma experiência de Deus, vivendo sempre a alegria, que é própria daquele que segue a Jesus Cristo.

— Embora nós coloquemos de maneira especial a presença do Senhor em locais que nos chamam à peregrinação como aqui o Santuário de Aparecida, nós sabemos que Ele também está presente na vida e no coração de todas as pessoas. Nós viemos aqui de maneira muito especial pedir que a mesma experiência da peregrinação que realizamos neste local também seja a dos jovens no próximo ano durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio. Assim como o Santuário nos auxilia no encontro com Deus, que também a sede da JMJ, através de todo trabalho realizado não só no Comitê Organizador Local (COL), mas nas paróquias, capelas, comunidades, escolas e tantos outros lugares seja essa experiência de comunhão, desejou Dom Orani.

O Pastor da Arquidiocese que partiu em peregrinação para Aparecida com aproximadamente 1200 ônibus, na noite da última sexta-feira, dia 24 de agosto, destacou que a Igreja no Brasil, em especial, no Rio, terá a oportunidade de fazer com que milhões de jovens voltem para suas casas tendo se encontrado com Jesus Cristo.

— Esta romaria da Arquidiocese do Rio junto às demais dioceses que hoje aqui peregrinam é a oportunidade de pedir a Maria que ela entregue a Nosso Senhor o Rio de Janeiro como o grande Santuário da Juventude que deve sempre viver a sua vida de fé com coerência. O Beato João Paulo II quando criou a JMJ tinha em seu coração esse desejo da presença cristã da juventude no mundo inteiro, e esse é um momento único para o nosso país. Pedimos a Nossa Senhora que faça da nossa cidade esse grande Santuário para que cada vez mais anunciemos ao mundo de hoje que não tenham medo de seguir a Jesus Cristo, concluiu Dom Orani.

A programação da romaria começou às 6h30min com a concentração na Tribuna Papa Bento XVI e às 7h teve início à recitação do terço, onde em cada mistério o Coordenador Geral da JMJ Rio2013, Monsenhor Joel Portella Amado, rezava e meditava sobre questões ligadas a Jornada Mundial da Juventude. Após a missa, Dom Orani, seus Bispos Auxiliares, sacerdotes, diáconos e fiéis saíram em Via-Sacra até o Morro do Cruzeiro. No alto do monte, diante da Cruz, Dom Orani reuniu o povo ao redor da imagem de Jesus Ressuscitado, na 15º estação da Via-Sacra, para recordar que é preciso passar pelas dificuldades para alcançar a vitória conquistada por Jesus e para agradecer a Deus e a Virgem Maria por todas as graças e bençãos concedidas a Arquidiocese do Rio e a seus fiéis.

* Fotos: Stephania Figueiredo

Referência:

ARQUIDIOCESE DE SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO. Disponível em: <http://www.arquidiocese.org.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm&gt;. Acesso em: 27 ago. 2012.

 

Vinicius Rodrigues
Pascom – PSF

 

 

Encerramento da Semana da Família e a Missão Popular 2012

As atividades foram muito intensas, as palestras foram maravilhosas, as noites muito agradáveis, mas… acabou. Acabou no último sábado a Semana da Família, com o anunciado Jantar das famílias. Ao som de música ao vivo com a Márcia Oliveira e Ramom Ribas, sorteios, brincadeiras e bingo, chegamos ao fim das atividades da semana com a certeza de que a Pastoral Familiar está fazendo um excelente trabalho, unindo os fieis e convidando-os a rezar por suas famílias. Nossos padroeiros com certeza ficaram muito felizes com o que viram, com a fé e a participação de nosso povo, com as mudanças e graças ocorridas durante estes dias de formação, de oração, de intercessão e agradecimento por nossas famílias. Agora, é esperar pelo próximo ano ansiosamente, participando das atividades regulares da Pastoral.

 

 

Já no domingo, tivemos o envio missionário de todos aqueles fieis que se colocaram a disposição de Deus e da Igreja para anunciar Jesus como nosso bom pastor na Missão Popular. Nosso Padre pode proclamou com autoridade que, a partir de agora, “Estamos em missão”, fazendo assim o envio solene. A Missão Popular é uma ação de evangelização da Igreja Católica no Vicariato Oeste em que todas as casas são visitadas por duplas de paroquianos que, devidamente identificados e formados, tem a missão de anunciar a todos o querigma de Jesus como Bom Pastor.

 

Jefferson Evaristo
Pascom – PSF

“Trabalho, desafio para a família” e “A festa, tempo para a família”

 

E a semana não para, nessa quinta-feira, 16 de agosto, o palestrante Mauro da Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Realengo, esteve presente no quinto encontro da semana da família na nossa paróquia para falar sobre os temas “Trabalho, desafio para a família” e “A festa, tempo para a família”. Que por sinal participaram cerca de 80 pessoas.

 

No primeiro tema “Trabalho, desafio para a família”, Mauro começou fazendo a leitura do livro de Gn.  2,15; 3,6. 17.19 que  nos mostrou que o primeiro dever que Deus confia ao ser humano depois de ter o criado, é de trabalhar no seu jardim, um lugar maravilhoso, cultivando-o e guardando-o. Com isso o palestrante da noite nos abre os olhos mostrando que o jardim que Deus nos manda trabalhar, é nossa fé que só vamos conseguir cultiva-la e conversava-la através de orações e na ajuda ao próximo, começando primeiramente na nossa casa e Mauro nos deixa mais uma passagem fechando o primeiro tema da noite.  “A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê.” (Heb. 11,1).

Já no segundo tema da noite ”A festa, tempo para a família”, Mauro nos mostra a importância que o 7º dia (domingo) representa na vida do Cristão, o dia que celebra o Ressuscitado presente e vivo no seio da comunidade cristã, na família e na vida pessoal.  Pois é um dia que o povo de Deus deve dedicar um tempo reservado ao seu Criador, a si e aos outros.

Ele ainda nos afirma que durante a missa dominical, Deus nos fortalece para as batalhas que vamos enfrentar durante a semana. Deixando como frase final “Deus é amor”.

E Você que não conseguiu ir hoje, não se preocupe, pois amanhã continuam nossos encontros às 19hs.

Vinicius Rodrigues
Pascom – PSF

Qual o segredo da família de Nazaré? – Semana Nacional da Família

Com este tema, Glorinha, da Paróquia São Judas Tadeu em bangu, deu início às palestras da Semana Nacional da Família. Com simplicidade, ela nos fez percorrer o caminho que a Sagrada Família percorreu, mostrando como uma família crsitã deve caminhar na fé. Segundo ela, “Maria começou a santificação da família quando aceitou a vontade de Deus. José continuou a santificação quando, inspirado pelo anjo, soube aceitar Maria. O amor e a união eram a marca da família de Jesus. Onde estava um, lá estava o outro”. Assim, ela nos mostrou como o amor e a união são características fundamentais para qualquer família ser santificada, exemplificando com as famílias de hoje que se deixam conduzir por Deus. Segundo ela, outro ponto que não pode deixar de ser lembrado é a importância de se rezar em família, de ter momentos próprios para que todos da família se reunam para rezar juntos, já que “família que reza unida, permanece unida”. Por fim, a necessidade de haver diálogo entre pais e filhos foi abordada, mostrando que nem sempre os pais tem a total razão, devendo ouvir mais seus filhos e aceitar suas opiniões.

O segundo tema da noite foi “ A família gera a vida”. Nesta parte, a convidada da noite falava sobre como uma família que segue o exemplo da Família de Nazaré pode ser mudada, transformada por sua fé e perseverança, fazendo com que todos os seus membros possam ter uma vida verdadeira, dada por Jesus. Não apenas uma vida comum, fruto de uma relação sexual mas uma vida em Deus, fruto de uma família que busca se santificar junto.

Antes da palestra, na Missa da saudade, recordavam-se todos os familiares que já falecidos, intercedem por nós do céu. Para o Padre Jairo, rezar pelos que foram é ter mais um gesto de carinho por quem já não está entre nós, além de ajudá-los na subida aos céus.

Jefferson Evaristo – Pascom PSF

Confissão Comunitária

Hoje como o padre havia comentado nas missas e através do Facebook, aconteceu as confissões penitenciais quaresmal na paróquia. Passaram mais de 100 penitentes que  foram atendidos pelos 8 padres que estavam presentes.

“HOJE FOU UMA BÊNÇAO. MUITOS PENITENTES E A PRESENÇA DE 8 PADRES ATENDENDO O POVO DE DEUS, OBRIGADO SENHOR!!!”(Padre Jairo)

Vincius Rodrigues
Pascom-PSF