Paróquia Sagrada Família – 35 anos

                No último sábado, 13 de Julho, a Paróquia Sagrada Família estava em festa: a comunidade celebrou seus 35 anos de evangelização junto aos moradores da COHAB (Conjunto Habitacional) do bairro Realengo, no Vicariato Oeste.  A Missa foi celebrada por Dom Nelson Francelino, bispo animador do Vicariato. Dom Nelson lembou com carinho dos tempos em que era seminarista e ajudava nas missas dominicais. Após a Missa solene os paroquianos se reuniram no pátio paroquial e confraternizaram ao som do Ministério de Música de Santa Rita.

Image

Image

Anúncios

Vigília Jovens Adoradores da Jornada Mundial da Juventude – 100 dias rumo à JMJ

Image

A Igreja vivem um momento lindo na noite de 12 para 13 de Abril. A juventude católica mostrou sua força lotando a Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro e logo depois saindo em uma emocionante procissão pelas ruas da Lapa, tradicional bairro boêmio da cidade. Ao contrário do que muitos veículos de comunicação alardeiam, foi mostrado na prática, que os jovens não estão distantes dos valores da fé. Até mesmo os frequentadores da Lapa, que esperavam atrações no Circo Voador e nas outras casas, cantavam as músicas de louvor ao Senhor e alguns até acompanhara a procissão.  Uma linda noite de sexta se anunciava, logo do começo da celebração eucarística, celebrada pelo padre Reginaldo Manzotti, quando a Catedral, já estava lotada de jovens, adultos, idosos, casais, famílias, pessoas de todas as idades!

Image

 

Image

É  a Igreja mostrando sua força! Rumo à JMJ Rio 2013!
 
 

 

Domingo da Divina Misericórdia

Image

A Igreja dedica o segundo domingo da Páscoa à festa da Divina Misericórdia. Uma das primeiras revelações de Jesus à Santa Faustina diz respeito à Festa da Misericórdia, que deveria ser celebrada em tal data:
Eu desejo que haja a Festa da Misericórdia. Quero que essa Imagem, que pintarás com o pincel, seja benzida solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa, e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia” (Diário, 49; cf. 88; 280; 299b; 458; 742; 1048; 1517).

Este ano a Paróquia Sagrada Família celebrou a data, com louvor e pregações, que começaram às 15 horas e o fechamento se deu com a missa das 18 horas. 

Image

 

               Mauro Mendes, já conhecido de nossa paróquia falou aos participantes da a misericórdia Divina. O seminarista Walace, usando citações da própria Faustina, fez uma bela pregação, que junto com o louvor do grupo de música preparou a  todos para a santa missa. 

Image

          Este domingo certamente ficará na memória de todos que participaram deste momento de louvor, meditação e entrega ao amor misericordioso da Divina Misericórdia.

 

Domingo de Páscoa – Cristo Ressuscitou, Aleluia!

Image

 

                         Nesta manhã a Paróquia Sagrada mais uma vez demonstrou publicamente sua fé saindo pelas ruas do bairro em procissão seguida de Missa na Escola Municipal Atila Nunes para celebrar a vitória de nosso senhor Jesus Cristo sobre a morte! Tal como no canto de comunhão, um belo dia de Sol, como que “eterno e a plena visão”, ajudou a tornar ainda mais bela a celebração da Eucaristia presidida por Padre Jairo. A quadra da escola ficou lotada, com fiéis da comunidade e também de paróquias vizinhas. Em sua homilia ele nos lembrou que a vitória de Jesus nos fortalece e nos motiva a seguir em frente, apesar das dificuldades: “Algumas pessoas vivem eternamente na Sexta – Feira da Paixão e se esquecem que Cristo venceu a morte”, disse. 

Tenham todos uma santa Páscoa!

Sexta-feira Santa: A comunidade sai do Templo e ganha as ruas

Por Luana Clara

Às 15horas, os paroquianos lotaram o templo e pátio da Sagrada Família para a participar da celebração que não teve cantos e o altar estava desnudo.

Este ano, durante a Homilia foi realizada uma encenação da primeira leitura de hoje –  Isaías 52,13-53,12.  A peça, dirigida por Carlos Maia, membro da Pascom e Liturgia, contou com a participação de jovens da Igreja.

Após, Pe. Jairo Dias deu continuidade ao momento de reflexão e em seu sermão, explicou como somos importantes para Deus: “Ele deu a vida e o sangue de Seu Filho por todos nós”, disse o sacerdote. Ao fim, destacou que a comunidade deveria refletir, durante o Sábado de Aleluia sobre este gesto de amor de Deus.

Também foi exibido o videoclipe com imagens do filme ‘A Paixão de Cristo’, de Mel Gibson, ao som da música ‘Ninguém te ama como Eu’.

Por volta das 17h20, todos os fiéis percorreram as ruas da Cohab e redondezas, rezando, com suas velas acesas, e recitando cantos voltados para este período de guarda.

882653_438361422916435_942783578_o

Acompanhe cada momento deste dia em fotos: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.437193233033254.1073741833.100002277423529&type=3

 

Paixão do Senhor (Jo, 18,1-19,42)

Image

 

Ele sofre! Paixão é sofrimento. Sexta-feira da Paixão é celebração da entrega dolorosa do Senhor. Ano a ano, repetimos com o povo que não o aceitou: “Crucifica-o!” 

Beijamos a Cruz e nos envergonhamos do bem que não fizemos. E o crucificamos. Não é apenas um ritual. Ele continua tendo seu sagrado corpo rasgado por cravos e lanças em crianças desnutridas, mortas nos ventres de suas mães ou nas sarjetas, em jovens violentadas, em pais  sem emprego nem pão para seus filhos, em idosos marginalizados de toda sorte, em famintos de todos os cantos, são milhões. Milhões de cravos e lanças pelos quais Jesus pede ao pai que nos perdoe, pois não sabemos o que fazemos.

Extraído da Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

Autor: Frei Leonardo Aureliano, OFM

4ª Feira-Santa: Via-Sacra pelas ruas do bairro.

Image

            Na noite desta Quarta-Feira Santa a comunidade da paróquia Sagrada Família saiu em procissão pelas ruas da COHAB para reviver os passos de Jesus até o calvário. Mesmo sendo realizada no meio da semana e com ameaça de chuva (que não se concretizou), a via sacra contou com um número expressivo de fiéis que a enriqueceram com as tradicionais canções próprias do tempo quaresmal. A cerimônia foi enriquecida com o encontro entre Jesus crucificado e Nossa Senhora das Dores interpretados pelos jovens paroquianos Marlon Taxa e Vanessa Marques. Além deles Jefferson Evaristo foi o soldado romano que açoitava Jesus e Carlos Maia foi João. A paroquiana Ana Maria Ribeiro, da Pastoral da Liturgia disse que se comoveu com a cena de Jesus e Maria: “Nem consegui ler, quase chorei”, afirmou. Por onde a Via-Sacra passava prendia a atenção dos moradores. Pessoas paravam o seu jogo de futebol, interrompiam o percurso, apareciam nas janelas para ver o rito da Semana Santa. 

Vanessa afirmou que sua inspiração para viver Maria veio da oração realizada antes da cerimônia, o que a permitiu vivenciar o papel. Marlon acredita que o papel foi um grande presente de Deus: É uma graça poder viver Jesus: “Caminhar em seu nome é a maior preciosidade. Dou glória e graças a Deus!”

 

Meditação pela Devoção a Nossa Senhora das Dores

Nem a Chuva atrapalhou os fiéis de meditar a Devoção a Nossa Senhora das Dores. Cerca de 70 paroquianos se reuniram hoje para honrar a dor de Maria, aceita na redenção mediante a cruz.
images
Padre Jairo Dias deu início à noite, falando da devoção às setes dores da corredentora: a profecia do velho Simeão; a fuga para o Egito; a perda de Jesus aos doze anos durante a peregrinação à Cidade Santa; o caminho de Jesus para o Gólgata; a crucificação; a Deposição da cruz e a sepultura.
Em seguida, falou das promessas aos devotos de Nossa Senhora das Dores. Segundo as revelações de Santa Brígida, Nossa Senhora prometeu conceder sete graças a quem rezar a cada dia, sete Ave-Marias em honra de suas “sete dores” e lágrimas. As promessas são:
  • Porei a paz em suas famílias.
  • Serão iluminados sobre os Divinos Mistérios.
  • Consolá-los-ei em suas penas e acompanhá-los-ei nos seus trabalhos.
  • Conceder-lhes-ei tudo o que me pedirem, contanto que não se oponha à vontade de meu adorável Divino Filho e à santificação de suas almas.
  • Defendê-los-ei nos combates espirituais contra o inimigo infernal e protegê-los-ei em todos os instantes da vida.
  • Assistir-lhes-ei visivelmente no momento da morte e verão o rosto de Sua Mãe Santíssima.
  • Obtive de Meu Filho que, os que propagarem esta devoção (às minhas Lágrimas e Dores) sejam transladados desta vida terrena à felicidade eterna, diretamente, pois ser-lhes-ão apagados todos os seus pecados e o Meu Filho e Eu seremos a sua eterna consolação e alegria.
Por fim, a Comunidade rezou o terço das sete dores da Virgem Maria, onde cada Mistério representava uma dor.
Padre Jairo encerrou, fazendo uma oração por todas as mães que sofrem e partilham as mesmas dores de Maria.
Que tenhamos em Nossa Mãe Santíssima a Certeza da Vida Eterna.
Nossa Senhoras das Dores, Rogai por Nós.
Patricia Dario
PASCOM-PSF

Domingo de Ramos – Procissão e Missa

Image

             Na manhã deste domingo a comunidade da paróquia Sagrada Família se reuniu para celebrar o Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa. A chuva, que ameaçava cair, não veio e os paroquianos puderam expressar sua fé pelas ruas da COHAB, seguindo em procissão em direção à Escola Municipal Frei Veloso onde foi celebrada missa por Padre Jairo dias. Uma marca da celebração foia a imensa quantidade de pessoas e além dos frequentadores da Sagrada Família, também puderam ser vistas pessoas de paróquias vizinhas, que optaram participar em nossa paróquia. 

Image

     Durante a Homilia Padre Jairo lembrou à comunidade que não se deve perder o foco na humildade mostrada e vivida por Jesus: “A Semana Santa deve ser para nós a catequese da humildade. Deus fez do humilhado (Jesus) o exaltado”, afirmou. 

As celebrações da Semana Santa seguem ao longo desta semana. Amanhã, segunda, 25 teremos a Via Sacra no pátio da Sagrada Família às 19 horas. 

Image

 

Abaixo a programação completa da Semana Santa: 

 

-Dia 25 DE MARÇO – 2ª FEIRA-SANTA: VIA-SACRA, às 19h no pátio da Igreja. TRAZER VELAS.

-Dia 26 DE MARÇO – 3ª FEIRA-SANTA: PROCISSÃO DAS DORES DE NOSSA SENHORA, às 19h. TRAZER VELAS.

-Dia 27 DE MARÇO – 4ª FEIRA-SANTA: VIA-SACRA, às 19h pelas ruas do bairro. TRAZER VELAS.

-Dia 28 DE MARÇO – 5ª FEIRA-SANTA: 19H – MISSA PAROQUIAL DA INSTITUIÇÃO DA EUCARISTIA E DO SACERDÓCIO E LAVA-PÉS. TRAZER PÃO PARA SER ABENÇOADO. 

-Dia 29 DE MARÇO – 6ª FEIRA-SANTA: DIA DE JEJUM, ORAÇÃO, ABSTINÊNCIA DE CARNE E SILÊNCIO. 15H. CELEBRAÇÃO DA PAIXÃO E MORTE DO SENHOR JESUS. 17H PROCISSÃO DO SENHOR MORTO pelas ruas do Bairro, TRAZER VELAS.

-Dia 30 DE MARÇO – SÁBADO SANTO (DE ALELUIA): ÀS 19H MISSA DA VIGÍLIA PASCAL: MAIS IMPORTANTE DE TODAS AS VIGÍLIAS. Nela celebramos a Ressurreição de Jesus e sua vitória sobre a Morte. É a razão de nossa fé: Cremos num Deus Ressuscitado. Tragam VELAS para serem abençoadas e GARRAFAS VAZIAS PARA LEVAREM ÁGUA BENTA QUE SERÁ DISTRIBUÍDA.

-Dia 31 DE MARÇO – DOMINGO DE PÁSCOA: 8H PROCISSÃO E MISSA ÚNICA DA RESSURREIÇÃO. A Procissão sairá da Paróquia – Não haverá outra missa neste dia!

Domingo de Ramos

Image

 

                Com o domingo de Ramos iniciamos novamente o caminho espiritual de Jesus, que se fez servo solidário com a humanidade sofredora. Jesus entra na cidade, cavalgando em um jumento, sem cavalos e carros de guerra, sinal de humildade e mansidão. Jesus identifica-se em tudo com o Servo Solidário da mensagem de Isaías (50,4-7), particularmente, ao interceder pelos transgressores, pedindo perdão a eles pelo pai. Esse perdão é oferecido já por Jesus, mediante a cura, àquele agressor que tivera a orelha decepada. Repete-se ao fixar o olhar de Pedro, após as negações, para levá-lo ao arrependimento. Intensifica-se na cena de malfeitores em que ao ladrão é concedida a graça do paraíso e estende-se a todos os responsáveis pela sua execução: “Pai, perdoa-lhes; não sabem o que fazem!”

 

Extraído da Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

Autor: Frei Germano Guesser, OFM